Socorro na minha Cozinha!!

O bom de sumir uns diazinhos é que o povo começa a comentar de novo! Aeee!! Achei que estivesse entendendo do fenômeno do sumiço dos comentários mas acho que preciso elaborar uma nova teoria.

Já te contei que estou de dieta, você já deve saber que estou de TPM (está batendo quase 1 mês do último post com muita Nutella, o que siginifica que vem mais por aí), mas o que você não sabe é que fiquei brigada com a minha cozinha. Quase em depressão.

É que eu consegui destruir 3 utensílios de cozinha que eu tenho o maior xodó em menos de 1 mês. Não satisfeita, ainda quase queimei minha batedeira (que de tanto que eu gosto tem até nome).

Vou contar a historinha…

Quando estava prestes a colocar os pés na minha nova casa e viver pela primeira vez a experiência de morar sozinha, coloquei meu lado super consumista num avião e fui fazer compras nos States. Nem vou te contar tudo que eu comprei para a casa nova porque você não vai mesmo acreditar, mas posso dizer que foi desde temperos até uma batedeira KitchenAid linda de morrerrrr!!! Essa aqui, ó:

No meio disso tudo, vieram alguns utensílios super bacanas, que me fizeram achar mesmo que eu era boa de cozinha (é gente, é tipo “diga-me com o que misturas que eu te direi quem és”). Tirei até foto no dia da compra para postar no facebook (bem “coisa de pobre”, já diria Caco Antibes), mas já não a tenho mais para mostrar aqui.

Tudo ia muito bem na cozinha de Vanessa até que outro dia esta pessoa muito inteligente que vos fala pincelou a frigideira quente com um pincel não apropriado para tamanha temperatura. O bichinho encolheu na hora e aí eu: POFT!  Acordei para a “burrada” que estava fazendo. “Too late”.

Deixei o pincel pendurado na parede para servir de exemplo para os coleguinhas. “Escondam-se no primeiro sinal de perigo”.

Ele ficou lá sendo exibido por um tempo, até que algum desavisado o arrancou da parede. (Aliás, quem foi mesmo? O culpado poderia levantar a mão?)

Achei que fosse ficar mais esperta depois dessa lição mas… Não.

Pouco tempo depois eu fui fazer pastel e derreti uma espátula no óleo. Ok, vou explicar o que ela estava fazendo lá.

Não achei a escumadeira (ela aprendeu a lição e se escondeu de mim) e o pastel estava queimando. Aí, peguei a primeira coisa vazada que vi pela frente e lasquei lá dentro quase sem pensar! Olha… Fez um borrão preto no pastel e quando eu entendi o que estava acontecendo, já tinha derretido um bocado.

Dessa vez eu consegui salvar a espátula, porque enfiei a pobrezinha debaixo d’agua e usei o fundo da pia para remodelar a ponta. Ficou feia mas ainda dá para usar!

No post da receita de pastel eu até falei sobre o uso de utensílios de nylon no óleo quente. Não foi à toa. =/ (E isso aí em cima não é mesmo uma “escumadeira“.)

Sério, muito pouco tempo depois eu acabei com mais uma espátula. Desta vez a coisa foi muito séria…

Fiz ovos mexidos para o café da manhã de um lindo sábado ensolarado. Preparei tudo bonitinho, passei para o prato e apoiei a espátula que havia usado sobre o cabo da frigideira. Tudo certo, fui comer!

Fiz aquela preguicinha pós café da manhã de sábado (isso foi no último final de semana) e depois de uns 30 minutos voltei para a cozinha. Quando cheguei lá, a surpresa: a chama do fogão estava acesa!!! E o detalhe: a panela (e a espátula) estavam sobre ela!

Simplesmente deixei o fogão ligado. Estava um fogo bem baixinho e o dia muito claro, então não vi que estava aceso. (Eu sei que não tem desculpa mas eu tenho que tentar me redimir. E, por favor, não conte para ninguém da minha família senão vão interditar a minha casa.)

Minha espátula derreteu sobre a borda da frigideira e ficou com uma cavidade no cabo. A frigideira deu uma leve estragada também, porque o material derretido aderiu onde não havia acabamento antiaderente (dã!! Óbvio).

Eu dei um grito quando vi e tentei colocar (com a mão) tudo de volta para onde nunca deveria ter saído, mas não adiantou (e você não deve nunca tentar fazer isso em casa, porque eu não me queimei por um milagre! Era para o estrago ter sido bem pior, com essa atitude irracional).

Enfim, estraguei nada menos do que 3 utensílios queridos da minha cozinha em muito pouco tempo.

Para fechar a urucubaca com chave de ouro, quase pifei a minha batedeira de estimação. A sensação foi tipo dar comida podre pro cachorro e ele quase morrer por tua causa, muita derrota!!

Fui fazer um pão e deixei ela lá batendo sozinha. Só que a massa estava meio seca e eu não percebi, então ficou dura demais para bater. Apesar de ser uma super batedeira, há limite!!

Começou um cheiro de queimado e logo vi que estava vindo dela. A coitada estava fervendo, o motor devia estar por um fio. Desliguei em tempo, graças a Deus!

Aí, depois de tanta (com licença!) cagada na cozinha, fiquei meio de mal com ela. Veja bem, eu tenho um blog que ensina as pessoas a cozinhar e não posso cometer erros desse nível!!! Fiquei me sentindo a mais errada da História da Humanidade.

Fiz um luto de uns dias, precisava digerir tudo isso.

Bom, mas eu já passei por outras dificuldades culinárias antes e isso tudo deve ser só uma fase. Inclusive espero que esteja acabando, porque não quero estragar mais absolutamente nada nesta cozinha!!

Me deseja boa sorte?

Mostre isso pro mundo:

Quem escreve

Criei este blog em 2007 como quem não quer nada e ele se tornou a melhor coisa que já fiz na vida! Aqui eu compartilho tudo o que sei sobre culinária, conto minhas histórias e ajudo quem precisa das primeiras lições na cozinha.

Comments on this entry are closed.

  • Kamila Calsavara

    Vanessa, nem brinca em queimar esta batedeira! Meu sonho de consumo é uma batedeira igual a sua e exatamente a amarela, mas ultimamente não compro mais nada de casa, minha frase agora é: lista de casamento, hehehehe. Bjos

  • Lis

    kkkkkkk Vanessa quanto azar heim! s[o por Deus… acho que vc nao precisa de sorte e sim de ir de benzer rsrs to btrincando… Eu sou EXPERT em queimar cabo de espatulas, bem como queimar mesa de madeira com panela quente, fazer chá e ir dormir e esquecer o cha la fervendo, ou o que restou dele rs
    Adorei o post! um super beijo e se recupere pra mandar mais uma receita fantááástica pra nos!

  • Tiago S.

    Hahaha minha experiência de morar sozinho era pra ter terminado no dia 22 de dezembro, quando voltei pra São Paulo. Mas bati lá e meu chefe me mandou pra Salvador de novo pra mais uma mini temporada. Mas aqui esses dias fiz umas cagadas em série também, que se alguém visse eu fazendo aquilo, julgaria que eu não tenho habilidades nem pra abrir lata de atum.

    A pior delas foi derrubar sem querer querendo, uma baita quantidade de água que estava fervendo com os ovos e por um fio não caiu no meu pé, em seguida esqueci o azeite fervendo e começou a pipocar pra tudo que é lado, que fiz uma estabanação danada pra retirar a penela dali, que também não fritei por pouco.

    Domingo fiz uma que foi ****, esqueci o forno aceso e só me dei conta uns 15 minutos depois. Se alguém souber disso também vou ter que requisitar ao Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros pra poder operar a cozinha -_-