Pipoca na Panela ou Pipoqueira

É bem mais divertido fazer pipoca na panela, sem contar que um pacote de milho para pipoca rende muito, mas muito mesmo!

Acredito que a maioria dos leitores deste blog seja mais jovem do que eu e não tenha vivido o tempo em que pipoca de microondas era coisa de gente chique, que viajava para fora do Brasil e trazia na mala os saquinhos que tinham como característica forte o delicioso e surpreendente cheiro de manteiga. É, surpreendente porque não era comum fazer pipoca usando manteiga, até então.

Isso não faz tanto tempo assim, acreditem! Bom, o microondas também era luxo na época… Ok, ok, faz tempo.

O tempo passou (e como foi rápido!), a novidade deixou de ser nova e o que era usual, fazer pipoca na panela, é que passou a ser incomum. A maioria das pessoas, quando pensa em comer pipoca vendo um filme em casa, logo imagina aquele saquinho saindo de dentro do microondas cheio de fumaça. (Não estou desconsiderando as camadas mais populares, porque tem fornos microondas e dessas pipocas por aí bem em conta hoje em dia.)

Como toda regra tem sua exceção, há muita gente que não abre mão da boa e velha pipoqueira. Eu, por exemplo, sou uma delas. Adoro fazer uma bela panelada de pipoca que encha a maior bacia da minha cozinha. Aquela de saquinho acaba rápido demais. 🙂 Sem contar que posso variar no tempero a meu gosto, sem precisar comprar um determinado sabor, além de economizar muito com o rendimento do pacote de milho para pipoca.

Opa, estamos entrando no assunto “tempero”, já está na hora de começar a receita:

Receita de Pipoca de Panela ou Pipoqueira

Ingredientes:

1 colher (sopa) de óleo – ou manteiga, se preferir

3 colheres (sopa) de milho de pipoca

Sal

Modo de Preparo:

Se você tiver uma pipoqueira, use-a. Elas são próprias para isso, com um sistema especial para mexer o milho rodando uma manivela que fica na tampa e alcança o fundo da panela.

Se não tem, use uma panela média que possua uma tampa firme. Você vai ter que sacudir, sacudir, sacudir!

Segure o cabo com uma mão e a tampa com a outra. Se tiver ficando quente, segure o cabinho da tampa com um pano de prato ou use uma luva térmica. Só certifique-se de que está segurando firme, ok?

Ah, essa panela tem que ser de cabo longo, assim você pode movimentá-la enquanto os milhos estouram, sacudindo sem tirá-la de cima da chama e sem queimar o pano de prato!! (Ai meu Deus, melhor você ensaiar o movimento antes de começar. Não tem mistério, mas ensaiar é legal para você ficar seguro na hora do seu show.)

Comece aquecendo o óleo. É só aquecer um pouco e então espalhe uma camada de milho. Misture rapidinho o milho no óleo, de maneira que todos fiquem engordurados. Não precisa fazer uma piscina de óleo na panela, só isso é suficiente. Se preferir manteiga, derreta 1 colher (sopa) e faça a mesma coisa. Para quem prefere comer pipocas amarelas de tanta manteiga a cuidar da saúde, é só colocar mais do que uma colher, mas gordura demais pode deixar as pipocas moles, meio molhadas, eca!!

Quanto à quantidade de milho, é importante não exagerar também. Eu dei a medida mas vou dar a dica.

Fazer um círculo no centro da panela em uma camada, sem ter um milho por cima do outro, pode ser uma boa estratégia. É que se você colocar mais do que sua panela comporta, pode ser que a tampa comece a levantar, empurrada por uma multidão de pipocas loucas para se libertarem. Segure firme a tampa!

Coloque a panela tampada em fogo médio, mexendo até que a pipoca tenha estourado toda. Não tire a tampa enquanto o barulho dos estouros não tiver terminado!! (Já dei a dica certa para não queimar a pipoca no microondas e na panela)

Desligue o fogo em seguida. Coloque a pipoca em uma vasilha grande para temperar com sal a gosto.

O tempero básico da pipoca é o sal, mas você pode inventar! Eu gosto de usar Fondor e aqueles temperos caseiros de sal e alho (parece estranho mas fica ótimo). Também fica gostoso com queijo parmesão ralado bem fininho.

Há quem use temperos como caldo de bacon, por exemplo. Nesse caso, derreta o tablete (aí você vai ter que saber a quantidade porque não sei quanta pipoca você vai fazer, mas acho que vale a pena começar usando só a metade) no óleo ou manteiga, antes de colocar o milho. Tem que amassar e misturar bem, para não ficar com pedaços grandes. Talvez seja preciso mais gordura do que o normal. Use o fogo médio para isso.

Teste os temperos para descobrir novos sabores e encontrar seu favorito. “Brincar” de fazer pipoca é muito gostoso! Só tome cuidado para não se queimar. 😉

Depois vem aqui contar pra mim.

Mostre isso pro mundo:

Quem escreve

Comments on this entry are closed.

  • Laerte Favero

    Congratulações! Modifiquei a panela de alumínio de casa refazendo a alavanca (chamarei assim) que gira de aço inox, pois qdo eu girava a alavanca de alumínio, esse elemento acabava escorrendo para dentro, aí acabávamos comendo pipoca com alumínio. Li que o alumínio em excesso pode causar retardo mental, entre outras coisas. Também tive que modificar a tampa parafusando um pedaço de madeira redonda de uns 3 cm de altura e com furo um pouquinho maior do que o diâmetro da alavanca para que a alavanca tivesse um bom apoio para girar. Por experiência, sei que com pouquíssimo óleo ela fica maior.
    Sugestão: Coloque óleo e o milho numa panela, deixe ir fritando mexendo a panela para que frite por igual sem tampar a panela. Ao primeiro estouro, tampe a panela e mexa até que parem os estouros..

  • Letícia T. Hashimoto

    Parabéns pelo texto e pelo blog, adoro pipocas feitas na panela, sempre ficam mais macias e saborosas qndo coloco manteiga com sal, daí não preciso salgar depois, ou então só acerto se precisar… pipoca faz bem a saúde por ser grãos mesmo que não seja legal comer todos os dias por conta da manteiga… mas que é bom é!!!! =]

  • Luís Gabriel Nascimento Simas

    Nem td o que é ruim pra vc é ruim para os outros amiga… só pq tem “Glutamato” que pode te matar, mas pode não me matar… viu?

  • Jade Rubi

    Adorei o texto muito bom.

  • Jean Dias

    Muito obrigado.. microondas é para os fracos ficou perfeita a minha pipoca com aquele queijinho ralado uma delícia..!

  • Cys Santana

    Vanessa muuuitooo obrigada! Segui suas instruções (muito bem detalhadas por sinal. parabéns!) E estou saboreando a pipoca com minha vovó *-*
    Pode nos dar mais dicas você é ótima!

  • Luiiza sil

    Desculpa, mais ajinomto é veneno, contém glutamato … Risque da sua vida!

  • jayane lemos

    e tao bom pipoca de panela ja fiz muito

  • Elda

    Oi Vanessa Nunes!! Você m e ajudou bastante!!! Muito obrigada!! Morria de medo de fazer pipoca na panela…kkkk Deus a abençoe!! bjs Elda

  • yasmin

    esta uma delicia..

  • Muito obrigada,agora sim eu sei faver pipoca xD

  • Dryele

    Agora estou até com fome de pipoca tÔ indo gente!!

  • bruninho

    vou fazer pipoca agora! =) beijooo!

  • Pingback: Dica para não queimar a pipoca (na panela e no microondas) « Socorro na cozinha!()

  • Eu costumo colocar mais óleo para a pipoca ficar mais macia. E tbm sempre tempero com sal e ajinomoto… huuum….

    bjos!

  • oiii,
    você podia ensinar alguma receita fácil, sem carne, e para eu fazer no dia das mães… , é pedir de mais??

    Pleaaaaaaase *carinha de pidona*