Papinha de Bacalhau

A partir dos 6 meses, o bebê já pode comer peixe, sabia? Inclusive o bacalhau, se for bem dessalgado.

Até um tempo atrás, não era recomendado dar peixe para o bebê, porque era considerado um alimento muito alergênico. Hoje em dia, os médicos já indicam que se use peixe na alimentação a partir de 6 meses, porque a probabilidade de o bebê apresentar alergia é muitíssimo menor do que de outros alimentos. O bacalhau, desde que muito bem dessalgado, também é recomendado.

Então, não seria legal se o cardápio do seu bebê fosse parecido com o dos adultos no dia em que a maioria das famílias se reúne para um belo almoço com o bacalhau como prato principal?

Após o 1º aninho, a criança deve comer junto com os adultos, para observar que eles comem e gostam dos alimentos, porque ela aprende seguindo exemplos. A partir dessa idade, você pode servir a mesma Bacalhoada que preparou para o almoço, amassar as batatinhas e desfiar o bacalhau, se achar necessário. Não deixe de colocar cebola, pimentão e tomate também, afinal de contas ela já pode comer tudo isso! Mostre que o papá é igual ao seu, e que é uma delícia de “peixinho” (quando ela crescer, você explica que bacalhau não é uma espécie de peixe, para desfazer o mal-entendido). Se você não gostar de cebola, por exemplo, disfarce! Seu filho precisa de bons exemplos e você não quer que ele herde suas limitações alimentares, certo? 🙂

Já o bebê menor, que ainda come papinha, precisa de um cuidado especial. Esta receita foi pensada para que você possa usar os principais ingredientes da bacalhoada e aproximar seu bebê do cardápio da família.

Receita de Papinha de Bacalhau com Batata

Ingredientes:

75 ml de água

1 batata inglesa descascada e picada em cubos

10 floretes pequenos de brócolis (famosa “arvorezinha” ou “arvorinha” e “arvrinha”, para os pequenos)

100 ml de leite

100 g de lombo de bacalhau dessalgado descongelado, sem pele e espinhas (Veja na receita de Bacalhoada como dessalgar e tirar as espinhas. Para o bebê, a melhor opção é dessalgar por 3 dias.)

Leite ou água fervida (já fria) para diluir

Modo de preparo:

Em uma panelinha pequena, ferva a água. Abaixe o fogo, junte a batata picada, o brócolis e tampe. Deixe cozinhando por uns 10 minutos, ou até eles amolecerem.

Enquanto os vegetais estão cozinhando, despeje o leite em uma frigideira pequena. Acrescente o bacalhau e leve ao fogo, sem tampa. Cozinhe por uns 8 minutos ou até o peixe ficar branco e firme.

Passe o bacalhau com o leite para outro recipiente, onde você vai amassá-lo no leite e ver se ainda sobrou alguma espinha.

Amasse também os vegetais cozidos e misture com bacalhau. Se tiver sobrado um pouco da água do cozimento, acrescente também.

Passe em uma peneira ou no liquidificador.

Retire a porção que vai servir e dilua com leite ou água, se necessário.

O rendimento desta receita é de 8 a 10 porções. Congele em quantidades individuais para oferecer ao bebê outras vezes. A papinha também pode ser conservada na geladeira por 24 horas.

Se preferir, use outro peixe, como o linguado.

Bacalhau e batatas são algumas das melhores fontes de potássio para o seu bebê!

Bon Appétit!

Mostre isso pro mundo:

Quem escreve

6 comentários… add one

Leave a Comment