define('WP_CRON_LOCK_TIMEOUT', 300); As Brigaderias e seus Brigadeiros Gourmet | Socorro na Cozinha

As Brigaderias e seus Brigadeiros Gourmet

Ok, eu falando aqui este nome a torto e a direito (eu e o mundo lá fora) e você ainda não sabe o que é um “brigadeiro gourmet“?

A primeira vez que comi um brigadeiro gourmet foi da “Maria Brigadeiro” (para quem não sabe dessas coisas, é um “ateliê de brigadeiro gourmet“, que podemos também chamar de “brigaderia“).

Não tenho como definir a experiência (é sério, não estou exagerando), porque foi um prazer inenarrável! Simplesmente fechei os olhos e aproveitei cada milésimo de segundo enquanto o brigadeiro ainda estava dentro da minha boca, ao alcance do meu paladar. Comi lentamente, para aquele prazer durar o máximo possível e depois fiquei sonhando com ele por um bom tempo.

Isso é um brigadeiro gourmet. Quando você comer um, você vai saber quem ele é.

Agora, em teoria, o brigadeiro gourmet é esse doce que conhecemos das festas infantis, só que feito com ingredientes especiais, sofisticados. As receitas são mais elaboradas do que a do tradicional brigadeiro que conhecemos, resultando em uma massa com uma textura diferenciada e em muitas possibilidades de novas receitas e sabores.

 

O Livro do Brigadeiro

Livro da Juliana Motter, que vem a ser a "Maria Brigadeiro". É fofo e tem fotos lindas, bom para dar de presente! Eu tenho.

 

Já vi por aí vários chefs que juram usar a receita básica de brigadeiro gourmet, que serve para adaptar todos os sabores que quiser. Claro, assim como muitos pratos que conhecemos, essa “receita básica” nunca é a mesma. Certamente todas são versáteis e permitem que você brinque de criar novos sabores, mas só mesmo você experimentando muitas e muitas vezes para encontrar as melhores combinações de ingredientes e de modo de preparo.

Não se engane, as pessoas (iluminadas) que estão por trás dessas brigaderias já erraram muitas e muitas vezes, já jogaram no lixo quilos de brigadeiro que não deram certo. Todo mundo quer ter receitas exclusivas e secretas para o seu negócio, então a tentativa e erro são obrigatórios!

Moro no Rio de Janeiro e a Maria Brigadeiro ainda não chegou aqui (será que ela vem?). Há outras brigaderias bastante conhecidas mas vou confessar: nunca experimentei os produtos delas. Não é preconceito, juro que não! É que eu fiquei tão apaixonada por aquele único brigadeiro que comi em São Paulo que comecei a querer muito fazer um igual e, talvez, se comesse outro diferente, minha memória poderia se confundir!

Brincadeira, é apenas uma coincidência. A parte verdadeira é que embarquei na idéia de fazer brigadeiros gourmet e já gastei muito, mas muito tempo e dinheiro testando e jogando fora. O último que foi para o lixo parecia uma pedra negra com formato de prato fundo. O gosto? Não sei, não consegui tirar nem um teco depois que ele esfriou.

Queria muito ter tempo e oportunidade de conhecer outras brigaderias e experimentar todos os sabores de brigadeiros gourmet que já inventaram. (Isso está na minha “to do list”, rs!)

Até pensei muito rapidamente (ok, nem tão rapidamente assim) em vender brigadeiros gourmet e quem sabe empreender, abrir uma loja, largar tudo para viver de um sonho etc. O que me motivou de verdade foi uma matéria da revista Exame sobre brigaderias, que falava sobre o quanto esse negócio era lucrativo. A personagem da matéria foi a Taciana Kalili, fundadora da Brigaderia, de São Paulo, que faturou uma bagatela de 5 milhões em 2010. Também foi citada uma pesquisa que mostrava que o brigadeiro era uma das tendências de mercado de 2011 e que, entre as 100 coisas em que se devia ficar de olho em todo o mundo, lá estava ele: em 15º lugar!

Desisti quando vi a quantidade de gente que começou a fazer a mesma coisa, senti que o mercado ficaria saturado bem rápido.

 

Brigadeiros gourmet

Minha super produção de brigadeiros é para presentear as pessoas e para testar receitas, nada mais! Mas olhaí, até que eu faço bonitinho, né? =D

 

Uma coisa que acho realmente sensacional nas brigaderias é a criatividade na apresentação dos brigadeiros. A melhor de todos os tempos é o TPM Alívio, da Maria Brigadeiro.

TPM Alívio, da Maria Brigadeiro

É verdade que marmitas amarradas com pano, potinhos e panelinhas de brigadeiro de colher e belas caixas recheadas de brigadeiros enrolados de forma impecável já não são mais novidade entre as brigaderias. Todas que eu conheço vão nessa mesma linha, não tenho visto nenhuma novidade.

 

Embalagens da Maria Brigadeiro

Algumas das embalagens da Maria Brigadeiro, que viraram moda junto com a onda das brigaderias.

 

Sem querer ser puxa-saco da marca (que não me conhece, não lê meu blog e muito menos investe 1 real sequer aqui, rs, mas é pioneira!), os primeiros registros das marmitas de brigadeiro, ao que me consta, aconteceram lá na Maria Brigadeiro. Todo mundo amou e copiou – natural, né? As lojas de produtos para confeitaria passaram a vender marmitas para essa finalidade e, certamente, até quem não a conhecia anteriormente achou uma ótima opção para embalar brigadeiros para presente. (Eu mesma já fiz isso, só que com uma versão descartável de marmita, lembra da Páscoa?)

Enfim, aqui vai uma lista de brigaderias para você se aventurar. Usei como critério as brigaderias que possuam lojas físicas ou vendam pela internet.

Conhece alguma outra que não esteja aqui? Deixe nos comentários que eu me encarrego de atualizar o post!

Maria Brigadeiro – São Paulo

Brigaderia – São Paulo e Campinas (a foto que ilustra o post é da Brigaderia do Shopping Pátio Paulista, em São Paulo)

Senhor Brigadeiro – Campinas (vende pela internet)

Carolina Sales – Pâtisserie de Brigadeiros (antiga Brigaderia Chic)- Rio de Janeiro

Brigaderia Fashion – Rio de Janeiro

Ateliê Brigadeiro Gourmet – Brasília

Puro Brigaderia – Brasília

Brigaderia das Meninas – Goiânia

Brigaderia Mix – Salvador

Mostre isso pro mundo:

Quem escreve

Criei este blog em 2007 como quem não quer nada e ele se tornou a melhor coisa que já fiz na vida! Aqui eu compartilho tudo o que sei sobre culinária, conto minhas histórias e ajudo quem precisa das primeiras lições na cozinha.

Comments on this entry are closed.